Notícias
Sexta-Feira, 13 de Junho de 2014, 11h43   (Atualizada 13/06/2014 às 11:43)

MCMV - Nova Linha de Crédito

Cinquenta e quatro mil famílias beneficiárias do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) em Mato Grosso podem contratar até R$ 5 mil para mobiliar a casa própria a partir de agora. Opção de crédito foi disponibilizada por meio da linha Minha Casa Melhor, lançada nesta quarta-feira (12) pelo governo federal, em Brasília. Estão sendo ofertados R$ 18,7 bilhões por meio da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil e a expectativa é atender 3,4 milhões de famílias em todo o país. Recurso pode ser utilizado para aquisição móveis e eletrodomésticos e pode ser pago em até 48 meses, com taxa de juros de 0,4% ao mês ou 5% ao ano, por meio de boleto bancário ou débito em conta. Segundo a Caixa, os beneficiários terão desconto de 5% nos pagamentos à vista dos produtos, que podem incluir itens como geladeira, fogão, lavadora de roupas automática, computador, TV digital, guardaroupas, cama, mesa, cadeiras e sofá. Para efetuar as compras, os beneficiários utilizarão um cartão magnético, emitido por um dos 2 bancos que operam o programa. O crédito ficará disponível por 12 meses, a partir da emissão do cartão. O prazo foi estabelecido para que as famílias tenham condição de planejar a compra e realizar pesquisa de preço em 12 mil lojas credenciadas em todo o país. Recurso será liberado apenas para os beneficiários que estiverem com os pagamentos das prestações do Minha Casa Minha Vida em dia. Beneficiária do Programa, Gislene Martins Soares, 36, relata que precisa trocar os móveis, danificados por um temporal que arrancou o telhado da casa onde mora, no residencial Nova Canaã, em Cuiabá. “Molhou tudo, tive que jogar alguns colchões e ainda não consegui comprar outros”. Ela diz que o seguro residencial garantiu a recuperação do telhado pela construtora responsável, mas não dos móveis. “Depois da chuva, o forro está caindo, as paredes estão manchadas”. Impossibilitada de trabalhar por ter 2 filhos deficientes, ela diz que depende da pensão assegurada a eles. “Por isso, para mim, esse financiamento teria que ser muito baixo”. Aguardando a liberação de uma casa pelo Minha Casa Minha Vida, a recepcionista Elisabeth Guilhermina de Almeida, 37, observa que o beneficiário terá que analisar a renda familiar para garantir os pagamentos das prestações do imóvel e dos móveis. “Tem que analisar bem, será uma prestação a mais para pagar e se tiver algum imprevisto, pode virar uma bola de neve”. (Jornal A Gazeta)

Fonte: Jornal A Gazeta / Sinduscon-MT
Voltar

(66) 99900-3010 / 99643-6060  contato@danieldepaula.com.br


Daniel de Paula Projetos e Construções © Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados
WEB SITE DESENVOLVIDO E HOSPEDADO POR: MRX WEB SITE - WWW.MRXWEB.COM.BR